A cidade do Rio de Janeiro tem diversas opções de mergulho para todos os tipos e gostos.

Uma possibilidade de mergulho bem interessante e que poucos conhecem, é a chamada Laje do Recreio, localizada na própria Praia do Recreio, área antigamente chamada de Recreio dos Bandeirantes.

Essa laje é uma extensa formação de pedras numa profundidade média de 7m, com várias tocas, e onde encontramos diversos seres marinhos habitando o local.

A maioria dos mergulhadores que visitam essa laje, normalmente fazem o snorkeling, entretanto, é possível mergulhar com cilindro, desde que as condições de mar estejam muito favoráveis e sem a menor previsão de mudança de tempo, pois como o local não é abrigado, a entrada de uma corrente forte existe, sendo imprescindível que se tenha alguém em terra para um suporte, caso necessário.

A Praia do Recreio possui diversas formações rochosas, mas a principal delas pode ser alcançada pela localização GPS 23° 1,104′ S / 43° 25,639′ W , nadando cerca de 80m em linha reta para o mar. Essa laje possui 500x80m de área.

Cerca de 4Km em direção à Praia da Barra da Tijuca, é possível ver o que sobrou do naufrágio Workman em outra laje, sendo um mergulho bem interessante também.

Há muitos anos atrás, lembro bem de um mergulho que fiz com os mergulhadores Dárcio Valente e o Motta, onde entramos na água por volta das 8h da manhã e saímos às 11h, já com a praia lotada, e na ocasião, nos sentimos verdadeiros alienígenas ao retornar à praia, pois os banhistas só nos viram sair da água, e a curiosidade de todos era grande em saber de onde estávamos vindo e pelo equipamento autônomo.

Aliás, lembro que dizíamos estar vindo desde a Praia de Copacabana, e muitos acreditavam, motivo de risos inclusive.

O mergulho foi feito durante uma maré roxa, com mar extremamente calmo, sem ondas, água quente e clara, em pleno domingo de sol, onde um cilindro S80 nos permitiu mergulhar por quase 3h.

Pois um mergulho simples, mas inesquecível para todos nós.

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e autônomo em 1986, participando da primeira turma de Dive Master da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver, Advanced Cave Sidemount / No Mount, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho e fotografia / vídeo subaquático.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência quando o assunto é mergulho e naufrágios para a mídia e órgãos públicos no país, e diversas entidades internacionais como a ONU e UNESCO.