A cidade de Paraty localizada no litoral sul do Rio de Janeiro, é muito conhecida pela arquitetura colonial, suas ruas de pedras e belas paisagens, sendo um local muito procurado por escolas de mergulho para a realização de check-out.

Com águas calmas e tranquilas, além de algumas ilhas nas proximidades, tornam Paraty um local atraente para os mergulhadores.

Algumas décadas atrás, foi “reencontrado” o naufrágio de um pequeno cargueiro à vapor chamado “Paulista“. Uma equipe de mergulhadores foi até o local e repassaram a marca GPS ao Brasil Mergulho, para que fosse divulgada à todos.

Digo isso porque poucos possuíam a marcação GPS e infelizmente não divulgavam com objetivos diversos.

O navio Paulista era um pequeno vapor de cabotagem que estava indo para o Rio de Janeiro com uma carga composta de madeira, café e diversos outros gêneros, quando teve seu eixo partido, ocasionando um grande vazamento e consequentemente, seu naufrágio. Não houveram vítimas.

nauafragio-paulista-mapa

Mergulho

Após uma agradável navegação até o local do naufrágio, com mar parado e sol a pino, iniciamos o mergulho colocando um cabo guia que, pois a visibilidade média gira em torno de 1 à 3m no fundo lodoso. Até os 20m, eventualmente encontramos uma visibilidade que chega alcanças os 15m, mas o problema é quando chega-se próximo ao fundo, sendo necessário usar carretilhas.

Uma boa parte da carga da madeira encontra-se no local. É possível avistar o leme e o hélice do navio pois ele encontra-se em posição de navegação.

É um mergulho que deve ser feito por pessoas experientes, pois normalmente encontramos redes de pesca no local, e a possibilidade de enrosco existe.

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e autônomo em 1986, participando da primeira turma de Dive Master da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver, Advanced Cave Sidemount / No Mount, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho e fotografia / vídeo subaquático.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência quando o assunto é mergulho e naufrágios para a mídia e órgãos públicos no país, e diversas entidades internacionais como a ONU e UNESCO.