Naufrágios no Maranhão

NomeLinkDataPaísLocalTipoMotivoObs
Alcântara-1892/06/30Brasil Naufragou próxima à JeriquaiaVaporTinha 220 T
Alexandre-1903RússiaBaios em frente à Preguiças
AltamarLink1960/03/27ArgentinaParcel Manoel LuísFrigoríficoColisão
Amor da Pátria-1904BrasilEntre São Luíz e São BentoCúter
Ana CristinaLink1984/02/26BrasilParcel Manoel LuísCargueiroColisão
As Três NausLink1594FrançaParcel Manoel LuísColisão
BahiaLink1945/07/04BrasilParcel Manoel LuísCruzadorColisão
BasilLink1903InglaterraParcel Manoel LuísCargueiroColisão
CalíopeLink1860/08/17Brasil5 léguas da barra do UruBrigue
Clementino-1873PortugalBaixios do Apehú, ao sudeste da Ilha PirocanaVeleiroFoi arrastado pela correnteza, onde sua âncora agarrou e arrebentou as amarras. Mouchez chamou o baixo de Pahú de Manijetuba.
Deul-1895NoruegaCosta do MaranhãoBarca
Elise-1905RússiaRecifes de São MarcosVeleiroSem prático
Emilia-1905RússiaLençóisLúgarSem prático
Esquadra dos Dez NaviosLink1535PortugalParcel Manoel LuísGaleãoColisãoApenas um dos barcos conseguiu escapar
Figueira-1896BrasilCosta de Curupú (Araçagí)Iate
Fragata PortuguesaLink1823PortugalParcel Manoel LuísFragataColisãoNome real desconhecido
Gregory-1876InglaterraBanco José da CostaVaporEncalheNoroeste do farol da Barra e NE-SW da Ponta da Guia. Estava fundeado à espera de maré. Acabou tendo suas amarras partidas e encalhou devido à forte correnteza.
HiberniaLink1877/11/21InglaterraCoroa da Minerva / Ponta da AreiaCargueiroEncalhe
Ilha GrandeLink1964BrasilParcel Manoel LuísPetroleiroColisão
Lutador-1919PortugalTuri-AssúIateIncêndio
Luzo Brasileiro-1893BrasilBaixo do Galego, na costa da Boa Vista.LúgarEncalhe
Manoel Luiz-2000>Parcel Manoel LuísBarca FarolArmador: da Marinha do Brasil - GPS: 00-49.05 S / 44-15.83 W
Maria-1893PortugalPonta de AraçagiBarcoEncalhe
Maria CelesteLink1954/03/16BrasilProximidades do porto de São LuísCargueiroExplosão
Marques de Herval-1895BrasilBaía de São MarcosIate
Minerva-1820Entrada de São Luís, no banco em frente à Ponta da Areia.Galera
Minnie-1890InglaterraLúgarEncalheNordeste do Banco de Cerca. Todos foram salvos. Carga: Carvão
Nissos-Psara-1897GréciaNoroeste do Farol de Santa AnaVapor
Não identificado-1923Banco da Barra de Tutóia
Não identificado1917BrasilBaía de São MarcosMau tempo
Pauline-1836FrançaCoroa dos OvosVeleiro
Príncipe de Grão Para-1884Brasil10m nos baixos a leste da boca do Rio PreguiçasGuerra
Salacia-1894NoruegaBaixos de São JoãozinhoBarcaEncalhe
Salinas-1904/10/24Em TuriassúTinha 1.185 T
Santa MadalenaLink1956/10/16Brasil15 milhas do farol de São JoãoCargueiroIncêndio
Sinclair-1960/10/12PanamáCosta do MaranhãoCargueiroIncêndioIncêndio na casa de máquinas e explosão. 48 sobreviventes e 2 mortes. Resgatados pelo petroleiro Mary Ellen de bandeira panamenha.
Sobralense-1873BrasilNaufragou no Curral (Coroa do Cacau)VeleiroMau tempo9 graus de Araçary para oeste
Solla-1900NoruegaEm frente ao Farol de São MarcosBarca
São Luiz-1836BrasilPonta das PedrasVapor
UberabaLink1921BrasilParcel Manoel LuísTransatlânticoColisão
VandyckLink1914/10/01Inglaterra500 milhas da costa brasileiraGuerraGuerra
Ville de Boulogne-1864FrançaBaixos de AtinsVaporEm frente à ponta da Boa Vista, também chamada Coroa dos Ovos
Ville de Boulogne-1864/11/03Baixos dos Atins, perto da Vila de Guimarães.VaporEncalheTransportava o poeta Gonçalves Dias
Vênus-1800>InglaterraBaixios do Parcel Manoel LuísVaporEncalhe
Wergiland-1893NoruegaBaixo das PreguiçasBrigueEncalhe
West PointLink1943InglaterraParcel Manoel LuísCargueiroColisão
Zippova-1894NoruegaCosta das PreguiçasBarcaEncalhe

Veja também:

Mergulhadores italianos descobrem navio de 1500

Durante um mergulho téncico, italianos avistaram uma formação diferente aos 50m de profundidade, e confirmaram ser um naufrágio.

Navio Stellar Banner virou naufrágio hoje

Assista em primeira mão o vídeo com o afundamento do navio Stellar Banner ocorrido hoje em águas maranhenses.

Marinha decide afundar o navio Stellar Banner no Maranhão

Em decorrência de um problema no casco, o comandante encalhou o navio para tentar salvá-lo, porém, o resgate foi em vão.

Lusitânia: Morre milionário dono do segundo maior naufrágio do mundo

Gregg Bemis adquiriu os destroços do Lusitânia com objetivo de identificar o que ocasionou o afundamento rápido do navio, mergulhando nele.