Naufrágios no Pará

NomeFichaDataPaísLocalTipoMotivoObs
Agnes-1899DinamarcaPorto de BragançaLúgarColisão nas pedras
Alcantarense-1946/10/06BrasilBaía de São MarcosCuterEncalhe
Alhambra-1890NoruegaCanal de BragançaBarcaImperícia - Sem prático
Apurinam-1895/03/06IncêndioTinha 404 T
Baddydan-1899InglaterraCosta de BragançaBarco
Bajarú-1898BrasilVaporArmador: Affonso & Co. Comandado por Lieut Paula Barros. O cozinheiro morreu.
Bernhardt-1907AlemanhaVaporColisão7m.8 a 5’25 e 350 graus da Ponta da Atalaia
Bertha-1900Costa de Japuriçá
Blohm-1890AlemanhaCanal de BragançaImperícia - Sem prático
BragançaFicha1905/05/09VaporColisão
Camocim-1959/08/31BrasilSanta Cruz do BoiussuAlvarenga
Cloa-1873InglaterraBaixos de MaiaúEncalheFoi arrastado pelas correntes em calmaria, fundeou em 4m e partiu-se as amarras
Cochram-1913BrasilBaía de MarajóVapor32m de profundidade
Divan-1906RússiaLeste de Salinas
Doralice-1960/01/15BrasilEntre as baías de Marajó e GuajaráBarcoColisãoBateu no navio Percival Farqhar
Elvinside-1904InglaterraPorto de JetubaVapor
Elísio-1926/12/11Morreu um tripulante e o restante, salvo pelo vapor Polycarp.
Folden-1892NoruegaBarca
Franclord-1892França
G-1946/12/07BrasilAlvarengaEstava sendo rebocado pelo rebocador Peloros
George Pierce-1921EUA6m,4 – Lat. 0° 35′ N / Long. 47° 27′ W.VaporColisão
Guae-1893NoruegaBaixos de Tacupí, na foz do GurupíEncalhe
Guajará-1970Brasil60 milhas da Ilha do MachadinhoNavio
Guaratuba-1924BrasilPorto exterior de BelémVaporEncalheSaindo à noite e sem prático acabou encalhando
Inauhyni-1909/03/13BrasilCosta de Arrosal, em frente a Boa Esperança, próximo a capital.Seguia para Yaco. Armador: Meirelles & C. Morreram 21 pessoas.
Intrepido-1904BrasilLanchaPorto de Belém
LajesFicha1942/09/27BrasilFoz do Rio AmazonasCargueiroTorpedeado
Laplace-1872França310 graus da Ponta da AtalaiaGuerraEnquanto rebocava, arrastou em 5.m5 a 3′.5 e a 4′
Leopoldina-1873PortugalIlha Maiaú – Barra de CaetéVeleiroVazamento
Lisbonense-1872Portugal8′ NNE da Maritijetuba VaporColisãoGPS 0° 44′ S / 46° 25′ W
Madagascar-1853InglaterraBaía do Gurupi (não confirmado)VaporViajava de Melbourne, Austrália para Londres. Carga: 1.020,6 kg (36.000 onças) de ouro.
Maragnom-1873FrançaCoroa Nova - Ponta TaparyVeleiroImperíciaAlegou ter tomado Maraparime por Salinas (Coroa Nova a SSW do Banco de Bragança
Marpinto-1947/02/14BrasilBarcoColisãoBateu no navio Barão de Cametá e o navio Pinto.
Mercúrio-1893BrasilBrigueEncalheLat 0° 42′ S / Long 46° 22′ W. Segundo a embarcação Lisbonense em 1872 - GPS 0° 44′ S / 46° 25′ W.
MetisFicha1912/10/20InglaterraPróximo à JaparicaCargueiro
Nazareth-1908/12BrasilEm frente ao farol do GurupiIate
Neva-1905ItáliaLeste de SalinasBarco
Niterói-1957/12BrasilPorto de OriximináBarco
Nomade-1918BrasilVeleiroAdernouArsenal de Marinha em Belém
Noseman-1907InglaterraVaporColisão14′ a noroeste da Ponta da Atalaia ou da Cajetuba.
Nova Imperatriz-1899PortugalCosta de BragançaBarco
Nova Simpatia-1899PortugalBarca
Não identificado-1900BrasilCostas de CamaráBarco
Não identificado-1899BrasilCosta de Bragança
Não identificado-1894BrasilCosta de Bragança
Oriente-1898/01/17ColisãoColidiu contra o vapor Maranhão. Possuía 585 T
Otelina-1945/09/25Portugal25 milhas ao sul do farol de SalinasProblemas mecânicos
OzorioFicha1942/09/27BrasilFoz do Rio AmazonasCargueiroTorpedeado
Peggy-1960/04Ponta de RomanaNavio
PelotasloideFicha1943/07/04BrasilEm frente do farol de SalinasCargueiroTorpedeado
Prinzessen-1892NoruegaBarca
Pultarcle-1894NoruegaBaixos de Santa RosaBarcaEncalhe
Reguhesen-1893NoruegaBaixos de Santa RosaBrigueEncalhe
Resolution-1880InglaterraBaixo a 10′ e 019 graus de Cairanassú.Brigue
Rodrigues Alves-1924Entrando em BelémVaporEncalhePassou desgovernado entre as boias do canal e encalhou
Siqueira Mendes-1913BrasilBaía de MarajóLancha
São Manoel-1918BrasilPorto de BelémPontão
Tibagy-1959/07/22BrasilProximidades de SalinasAlvarengaEstava sendo transportada pelo rebocador Arary.

Veja também:

Naufrágio do século 7 é encontrado intacto em Israel

Segundo os arqueólogos, o naufrágio está bem preservado, por ter ficado soterrado na areia por todos esses anos.

Mexicanos identificam naufrágio que traficava maias

Arqueólogos mexicanos identificaram um navio que levava o povo maia à escravidão por volta de 1850, quando o navio foi encontrado.

Mergulhadores descobrem naufrágio de submarino da 2ª Guerra Mundial

Grupo de 4 mergulhadores encontraram um submarino americano aos 80m de profundidade, no Estreito de Malaca.

Naufrágio artificial: Arredores de Londres ganha nova atração

Parte de um antigo avião de carga, foi afundado recentemente para se tornar uma nova atração para os mergulhadores ingleses.