Navio Prof. W. Besnard – Agora oficialmente doado e acaba a enrolação

Atracado no porto de Santos desde 2008, o navio que pertencia a Universidade de São Paulo (USP) foi doado à prefeitura da Ilhabela em 2016 com objetivo de transformá-lo em recife artificial, mas de forma inesperada, a prefeitura mudou de ideia e levantou a possibilidade absurda de transformar a embarcação em um museu flutuante.

Anos se passaram e o município de Ilhabela gastou mais de R$ 2 milhões entre os anos de 2017 e 2019 para manter a embarcação no Porto de Santos (CODESP), em razão dos serviços de manutenção e zeladoria. Além disso, a CODESP afirma ter ingressado com uma ação contra a Prefeitura de Ilhabela para cobrar taxas de atracação e permanência da embarcação no Porto, chegando ao montante de R$ 457.000, sem contar com juros e correção.

O problema aumentou ainda mais com a abertura de uma ação judicial movida por uma instituição de interesse público junto ao Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico (CONDEPHAAT), com objetivo de tombar a embarcação, fazendo com que todos os trâmites fossem paralisados.

Destino final para o navio

Antes mesmo de completar um mês no cargo como prefeita de Ilhabela, a nova prefeita Gracinha Ferreira, homologou o termo de doação do navio Prof. W. Besnard para o Instituto do Mar (IMAR), que passa a ser o responsável pela embarcação abandonada no Porto de Santos há cerca de 13 anos.

Resta saber com que dinheiro a embarcação será mantida como navio museu e quem será responsabilizado caso ele afunde durante o transporte entre o Porto de Santos e seu destino final, pois já existe um laudo técnico afirmando que o navio não possui condições para ser transportado devido aos inúmeros vazamentos no casco, e que inclusive, ele pode afundar a qualquer momento.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.

Veja também:

Galápagos que nada, Tubarão Baleia é na Ilhabela !

Eleandro Buziano estava passeando com sua lancha nas proximidades da Ponta Grossa, na Ilhabela, quando se deparou com um tubarão-baleia nadando calmamente.

Ocean Cleanup Day – Ilhabela

Durante a semana do Meio Ambiente, foi realizada em Ilhabela um mutirão de limpeza pelos mergulhadores, gerando um excelente resultado na remoção do lixo.

Navio Prof. W. Besnard deverá ser doado para se tornar navio museu

Num acordo com portas fechadas e indo contra a tendência mundial, órgão público e ONG decidem transformar casco em navio museu.

O tubarão de Bolsonaro

Governo Federal inicia ação de preservação do Meio Ambiente em Ilhabela.