Autoridades mexicanas anunciaram que a parte sul do Parque Marinho Nacional dos Recifes de Cozumel será fechada na tentativa de combater a propagação de uma doença que está rapidamente destruindo grande parte dos corais da região.

A Comissão de Áreas Naturais Protegidas (CONANP) do México declarou que o fechamento começou no dia 7 de outubro e permanecerá em vigor por um período ainda não especificado. Os locais fechados incluem todos os pontos de mergulho de Palancar até o sul, incluindo Colômbia, Punta Sur, El Cielo, Punta Celerain, Chun Chacaab e Maracaibo. Os recifes em direção à parte norte da ilha permanecerão abertos.

A infecção foi relatada como sendo duas cepas diferentes de doença de coral. Um artigo publicado pelo Mexico News Daily relata que a doença desses corais afeta principalmente a espécie de coral Acropora.

Alguns relatórios sugerem que a doença foi detectada pela primeira vez em Cozumel em outubro de 2018. Em maio de 2019, a CONANP relatou que 30% dos recifes do Caribe mexicano haviam sido afetados, em agosto esse número havia subido para 42%.

A causa da doença não é clara, mas acredita-se que seja bacteriana, com base em outros aspectos semelhantes identificados em corais em todo o mundo.

Algumas operadoras locais protestaram contra a decisão de fechar os recifes populares ao turismo, alegando que sofrerão uma perda de renda inaceitável como resultado.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.