Sistema de reconhecimento facial começa a ser utilizado no aeroporto de Guarulhos

No último dia 5, o sistema de reconhecimento facial que identifica passageiros de voos internacionais para serem fiscalizados começou a operar no aeroporto de Guarulhos.

Essa nova ferramenta trará maior agilidade no atendimento ao viajante na medida em que a atuação da Receita Federal recairá, preferencialmente, sobre passageiros que apresentem risco potencial de estarem praticando irregularidades aduaneiras e outras infrações, reconhecendo-os automaticamente e permitindo a sua seleção para uma fiscalização mais aprofundada, sem interferir no fluxo de passagem dos demais passageiros.

O projeto de reconhecimento facial foi homologado na Alfândega de Guarulhos na última sexta-feira, após a realização do teste de aceitação na Unidade que avaliou a performance do sistema.

O inspetor-chefe da Unidade elogiou a ferramenta de fiscalização, implantada durante os Jogos Olímpicos no Brasil. “O sistema de reconhecimento facial, junto com todo o sistema e-DBV, é o legado dos grandes eventos para o serviço de conferência de bagagem da Receita Federal. Com esses sistemas, realizamos a seleção, identificação e localização dos alvos. Um salto de qualidade imenso nos trabalhos da Alfândega”, concluiu.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.

Veja também:

Receita Federal: Reconhecimento facial e o novo sistema alfandegário

Novo sistema analisa uma análise do passageiro, suas bagagens e cruza de informações para ajudar na fiscalização aeroportuária.

Receita Federal: Dicas básicas para não ser multado no retorno do exterior

Veja as perguntas frequentes feitas aos fiscais e evite dores de cabeça com seus equipamentos importados

Guia da Receita tira dúvidas sobre bens trazidos em viagens

O viajante deve ficar atento às regras de bagagem e conhece os limites de isenção previstos pela legislação para evitar imprevistos.

Equipamentos de Mergulho, Cota e a Receita Federal

Entenda como funciona o esquema de cota dos R$ 500, disponibilizados pela Receita Federal nos aeroportos, e viaje tranquilo.