Walsa

Data: 28/05/2009 às 9:55hs

GPS: 8º 07.646′ S / 34º 41.475′ W

Localização: Recife

Profundidade (m): 31 – 42

Visibilidade (m): 10 – 30

Motivo: Afundado para criação de recife artificial

Estado: Inteiro

Carga: Vazio

Tipo: Rebocador / Empurrador

Nacionalidade: Brasil

Dimensões (m): 29.10 / 7.40 / 3.30

Deslocamento (t): 183

Armador: Wilson, Sons

Estaleiro: Mac Laren Ltda

Propulsão

Fabricação: 1968

Notaa: Embarcação afundada para dar continuidade ao Parque de Naufrágios Artificiais de Pernambuco – PNAPE.

Evento realizado pela Associação das Empresas de Mergulho do Estado de Pernambuco – AEMPE, juntamente com a empresa Wilson Sons e parceria com as universidades UFPE e UFRPE, com autorizações concedidas pela Marinha do Brasil, CPRH (Órgão ambiental de Pernambuco) e IBAMA que emitiu uma Licença de Instalação seguindo a Instrução Normativa 125/2006.

O reboque do Walsa saiu às 06:25h com mar muito calmo e bastante sol. Chegou ao ponto definido às 08:45h, indo ao fundo às 9:55h, ficando em posição de navegação.

Agradecimentos

– Empresa Wilson Sons que há vários anos têm contribuído significativamente com o apoio e doação de embarcações desativadas, em especial ao Sr. Hélio Vaisman que conseguiu viabilizar essas doações e ao Sr. José Mário Lobo que teve um papel importante na preparação e limpeza do rebocador para afundamento além da logística de reboque.

– Equipe de pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), com contribuição no Estudo de Impacto Ambiental, Projeto Científico e de acompanhamento nos próximos anos. Não seria justo citar somente alguns nomes, mas queremos agradecer a todos que apoiaram e acreditaram no projeto desde o início.

– Marinha do Brasil que em apenas 3 meses analisou e autorizou o afundamento.

– Grupamento de Bombeiros Marítimos de Pernambuco (GBMAR) pelo suporte na logística do afundamento.

Galeria de Imagens – Clique na imagem abaixo

Naufrágio Walsa / Google Photos

Veja também:

Embratur afundará 25 navios em Pernambuco para promover o mergulho

A Embratur e o IBAMA irão promover o afundamento de 25 navios no estado de Pernambuco para promover a prática do mergulho de contemplação.

Afundamento assistido do ferry Agenor Gordilho será no dia 19 de outubro

Neste final de semana serão afundados dois navios em Salvador, na Bahia, para a criação de recifes artificiais e novos pontos de mergulho.

Agenor Gordilho

Ferry boat de 1972 construído para ser usado por 45 anos na travessia entre Salvador-Itaparica e transformado em recife artificial.

Vega MOD I

Embarcação do tipo offshore adquirida para ser transformado em recife artificial em Salvador, na Bahia, para a criação de recifes artificiais no Estado.