A Watershot é uma caixa estanque desenvolvida para celulares iPhone e para a linha Galaxy, da Samsung.

Além da caixa estanque, o fabricante havia disponibilizado alguns filtros e lentes angulares, trazendo benefícios aos consumidores.

Recentemente eles atualizaram o aplicativo que atua em conjunto com o celular, responsável pela captação das imagens, e implementaram algumas configurações que melhoraram a performance do produto.

Uma das grandes mudanças nesse aplicativo, foi a inclusão de filtros digitais, como os filtros laranja e vermelho para águas com tonalidade azul, e o roxo para tonalidade esverdeada. Com isso, o mergulhador poderá tirar fotos subaquáticas, sem aquele azul forte nas imagens, por exemplo.

Watershot-Menu1

Configurações adicionais encontradas:

  • Disparo de 1 foto;
  • Disparo de múltiplas fotos em sequência;
  • Formato da foto (Landscape ou Portrait);
  • Temporizadores de disparo;
  • Bússola;
  • Controle de Exposição e Foco
  • Filtros: Vermelho, roxo, magenta e amarelo.

Watershot-Menu2

Como obter esse aplicativo ?

O aplicativo em si é gratuito, porém, essas funcionalidades mencionadas acima são consideradas “extras”, sendo preciso pagar obter uma licença especial e ter acesso a essas funções. A compra desta licença é feita no próprio aplicativo e de forma bem simples e rápida, além de ter um custo irrisório.

Mais informações podem ser obtidas diretamente no site do fabricante, através do endereço www.watershot.com

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983 e autônomo em 1986, participando da primeira turma de Dive Master da PADI no Rio de Janeiro em 1990. É mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver, Advanced Cave Sidemount / No Mount, possuindo mais de 30 anos de experiência em mergulho e fotografia / vídeo subaquático.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior, sendo uma referência quando o assunto é mergulho e naufrágios para a mídia e órgãos públicos no país, e diversas entidades internacionais como a ONU e UNESCO.