1° Torneio Carioca de Apneia Estática do Rio de Janeiro

No último final de semana, foi realizado o 1° Torneio Carioca de Apneia Estática, na cidade do Rio de Janeiro, evento que contou com a participação de vários atletas e profissionais do mergulho livre.

Segundo a recordista e instrutora de mergulho em apneia, Carol Schrappe, a ideia surgiu e a escola de mergulho Coral de Fogo apostou, dando todo o apoio necessário para que o evento fosse realizado.

A escola está localizada no Clube de Regatas do Botafogo, que com a belíssima vista do Pão de Açúcar e um dia ensolarado, deixou o evento ainda mais bacana.

O evento contou com a participação de dois juízes Clécio Mayrink e Adriana Brandão, além de dois médicos de plantão.

O recordista Ricardo Bahia também compareceu e deu apoio ao evento.

No total foram oito competidores, ficando Warley Souza em primeiro lugar, Sebastião “Maninho” Almeida em segundo, recebendo prêmios em equipamentos da Cressi Sub.

Os demais participantes também receberam brindes, e após o encerramento, todos saíram para almoçar num clima alegre e de total confraternização.

Segundo Carol Schrappe, a ideia é realizar mais eventos de apneia pelo Brasil e atrair cada vez mais participantes, para fazer com que a atividade cresça e ganhe mais espaço no mergulho brasileiro.

Por:

Redação

Se você possui algum conteúdo relacionado ao mergulho e acha que pode ser interessante dividir com outros mergulhadores ?

Clique aqui para entrar em contato conosco e enviar o conteúdo a principal revista eletrônica sobre mergulho do Brasil.

Veja também:

Brasileiras batem novos recordes de apneia no Deja Blue

O evento está acontecendo, e já no primeiro dia, as brasileiras conquistaram dois novos recordes, sendo um sul-americano e outro brasileiro.

Carol Schrappe alcança 101m em apnéia em Bonaire

Durante o último DeepSea Challenge Feediving Competition em Bonaire, a atleta bateu novo novo recorde pessoal.

Carol Schrappe alcança os 95m de profundidade e bate recorde

Brasileira bate novo recorde e alcança a marca dos 95m de profundidade na estreia do Brasil.

História e Naufrágio do Carioca

Histórico de um navio pertencente à Marinha do Brasil