Por que o mergulho noturno é interessante ?

Ele é interessante por dois motivos:

1 – A oportunidade de mergulhar no mesmo ponto já mergulhado durante o dia, mas como outra “visão” do local.

2 – A vida já conhecida durante o dia vai “descansar” e a vida que estava “entocada” para se proteger dos predadores, sai à noite em busca de alimento. É como se trocasse o “turno”, e com isso, o ponto de mergulho se torna diferente e mais interessante, mesmo que você já tenha mergulhado muito naquele lugar.

É muito comum avistar cardumes de lulas, moreias, lagostas, siris, polvos e outros seres marinhos fora das tocas.

Existe algum risco maior nesse tipo de mergulho ?

O risco existente é o mesmo do mergulho de dia, como a falta de treinamento e equipamentos específicos. A falta de uma lanterna secundária (back-up), por exemplo, pode levar o mergulhador a passar um desconforto se a lanterna principal apresentar algum tipo de falha. O mesmo serve para o treinamento. Sem ele, não adianta ter os melhores equipamentos, então, um completa o outro.

Então existe a necessidade de equipamentos específicos ?

Sim, lanternas é um dos aspectos. Pelas certificadoras de mergulho, o necessário é uma lanterna principal e uma lanterna back-up por dupla de mergulhadores.

Particularmente recomendo uma lanterna back-up por mergulhador.

Pense sempre na pior situação. Imagine se perder do dupla e com sua lanterna apresentando falhas… Outro equipamento muito interessante é o estrobo, sendo interessante utilizá-lo na meia-água e fixado em uma corda fixada na embarcação. Ela ajuda na orientação e pode indicar onde barco está durante o retorno por baixo d’água.

Quanto à orientação subaquática, isos muda alguma coisa ?

As mesmas técnicas de uso de bússola e navegação natural são usadas  no mergulho noturno, e o único detalhe, é que uma luz na embarcação precisa estar ligada ou se for um mergulho saindo de praia, é preciso haver uma luz de referência.

A visão do mar para a terra fica prejudicada por que tudo parece igual e você acaba não localizando o local utilizado para a entrada na água.

Também é importante deixar uma pessoa atenta na praia ou na embarcação com uma lanterna, pois ela pode auxiliar no seu retorno ou solicitar ajuda, caso seja necessário. A lanterna serve para que ele possa responder com um sinal de OK ou solicitação de ajuda na superfície.

Esse tipo de mergulho pode ser feito em qualquer local ?

A princípio sim, mas é sempre recomendável mergulhar em um local já conhecido e mergulhado durante o dia.

No mergulho noturno há uma “explosão de cores” com o brilho das lanternas – Foto: Clécio Mayrink
O que é crepúsculo vespertino ?

É o mergulho onde entramos na água  durante o dia e saímos à noite. Esse mergulho é conhecido como “mergulho no crepúsculo vespertino”, onde temos os últimos raios solares daquele dia embaixo da água.

É importante verificar antes, se é permitido o mergulho no local, pois em alguns lugares o mergulho noturno é proibido pela legislação local. Procure se informar antes nas operadoras de mergulho da região para não ser surpreendido.

Que características devem ser evitadas no mergulho noturno ?

Basicamente nos mergulhos saindo de praia, a entrada e a saída pode se tornar difícil. Se durante o dia já é complicado, imagine a noite. Outro detalhe importante é com relação às alterações das marés.

Procure mergulhar no chamado “estofo de maré“, tempo entre a alteração de uma maré e outra. Mergulhando com maré baixa ou alta, uma determinada entrada pelas pedras pode não existir ou “surgir” um longo caminho pelas pedras dependendo da maré que você pegar quando retornar, porque a maré terá subido ou descido.

A correnteza no local durante a subida ou descida da maré também pode ser um problema. Como mencionei, conheça o local durante o dia e sempre obtenha mais informações com as operadoras da região.

Qual é a certificação recomendada para o mergulhador que tenha interesse nesse tipo de especialidade ?

Mesmo que você tenha realizado o mergulho noturno durante o curso de avançado, procure realizar especialidade de Mergulho Noturno, pois através dela você terá a oportunidade de mergulhar com um instrutor de mergulho experiente no assunto, permitindo que você obtenha mais experiência e segurança no assunto, somando com as aulas teóricas para ampliar o conhecimento.

Outro curso que eu recomendo para quem pretende realizar mergulhos noturnos, é a especialidade “Mergulho com Correnteza”, muito conhecido pelo nome “Drift Dive”, pois através dele você terá experiência em mergulhos com correnteza e vai aprender como lidar com situações adversas havendo correntes durante o mergulho.

Outra especialidade também recomendada é “Especialista em Navegação”, para dominar todas as técnicas de navegação usando uma bússola de mergulho e orientação natural subaquática.

Apesar dos cursos serem sempre bem vindos, porque você está mergulhando com um instrutor mais experiente no assunto, pense em adquirir mais experiências em mergulho sempre que possível, pois só ampliamos a experiência efetivamente mergulhando. Então, mantenha-se ativo e sempre na água !

No mergulho noturno o mergulhador consegue chegar próximo dos animais para fotografar – Foto: Clécio Mayrink

Por:

Vagner Marretti

Nascido em São Paulo, ingressou no mergulho em 1997. Hoje é instrutor de mergulho recreativo, Full Cave e Full Trimix de varias agências de mergulho.

Mergulhador de Sidemount deste 2009, foi um dois primeiros instrutores desta especialidade no Brasil, integrante da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS no ano de 2008, sendo atualmente proprietário da empresa de manutenção Scuba Repair e Autorizada da Dive Rite no Brasil.

Também atua como instrutor dos cursos CMAut do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo e na Defesa Civil de São Sebastião.