Um mergulhador Open Water Diver (Básico) deve pensar em fazer um curso avançado logo após a conclusão do curso básico. Digo isto, porque ele vai “melhorar” muito como mergulhador, recebendo novas informações, observações e dicas do instrutor. Dessa forma, ele não terá tempo de adquirir alguns “vícios” que os mergulhadores tendem a ter, deixando mais complicado a correção de alguns erros.

Podemos dizer que o curso avançado nada mais é do que a realização de 5 mergulhos de aventura, dando a oportunidade do mergulhador experimentar novas características dessa atividade antes do aluno se inscrever em um curso de especialidade.

Por exemplo, o mergulhador se empolga com mergulho em naufrágio, e antes dele se inscrever em um curso de naufrágio e gastar tempo e dinheiro sem saber se irá gostar ou não desse tipo de especialidade, o aluno poderá realizar um mergulho de aventura guiado por um instrutor qualificado.

Quando um mergulhador básico pode realizar este curso ?

O pré-requisito é que o mergulhador seja Open Water Diver. Possuindo a certificação de básico, ele já pode se inscrever em um curso avançado.

Que habilidades serão passadas ao aluno ?

Como mencionei anteriormente, ele efetuará cinco mergulhos de aventura, envolvendo mergulho profundo e navegação subaquática que são obrigatórios.

Outros três mergulhos de aventuras podem ser escolhidos de acordo com o aluno e região, havendo mais de 30 especialidades disponíveis e sendo as mais comuns, o mergulho Noturno, Busca e Recuperação, Naufrágio, Sidemount, Flutuabilidade, Identificação de Peixes, dentre outras.

O mergulho noturno oferece algum risco ?

Antes de responder a essa pergunta, deve ficar claro que o mergulho noturno não é obrigatório no curso avançado. Por isto, nem todo mergulhador avançado está “habilitado” a mergulhar a noite. O que vai comprovar isto, é o Log Book do mergulhador. Lá estarão todos os cinco mergulhos de aventura que ele fez.

Se ele não realizou o mergulho de aventura noturno, ele não deveria mergulhar sem a presença de um instrutor, por ser um ambiente que ele não conhece.

Todo ambiente que não se conhece ou não está treinado para tal, é perigoso. Mergulhar de dia é perigoso ?   Sem curso sim, mas quando realizamos um curso de mergulho, conhecemos melhor o ambiente e, com os mergulhos guiados pelo instrutor, você ganhará experiência.

No mergulho noturno é a mesma coisa. Com treinamentos, equipamentos e experiências, tudo fica mais seguro e divertido. Á noite a vida aquática não dorme, há uma movimentação única impressionante, pois é o momento em que muitos peixes que se escondem durante o dia, saem para se alimentar e tudo acontece. Moreias, lagostas, tartarugas, caranguejos, dentre muitos outros saem para caçar e ficam mais expostos para serem avistados pelos mergulhadores.

Quanto tempo durante o curso avançado com as aulas práticas ?

Como este curso são apenas mergulhos de aventura, não existe a parte teórica em sala de aula. Algumas escolas até ministram aulas com teoria, mas não é obrigatória. Acontece um bate-papo antes de cada mergulho, com a explicação sobre tudo o que vai acontecer, como devemos nos comportar durante e após o mergulho. Posteriormente, outro bate-papo para finalizar tirando alguma dúvida que tenha surgido.

Por regra das agências de mergulho, só podemos realizar três mergulhos de treinamento por dia. Então, no mínimo serão precisos dois dias para concluir o curso.

É importante ficar claro, que não é preciso realizar todos os mergulhos no mesmo dia. É possível realizar um mergulho de aventura em naufrágio em um dia, registrar no Log Book, e no próximo mês, realizar outro mergulho de “Busca e Recuperação”, e assim por diante. Completando os cinco mergulhos, o instrutor pode emitir a certificação de Avançado.

E se eu gostar de um determinado mergulho de aventura, como faço para me especializar ?

A intenção dos mergulhos de aventura é apresentar especialidade sem a necessidade de realização de um curso. Caso você goste e queria dar continuidade numa determinada especialidade, basta se inscrever no curso da especialidade em questão.

Você também pode usar o mergulho de aventura para gerar créditos.

Por exemplo: Realizo um mergulho de aventura em naufrágio. A especialidade de mergulho em naufrágio requer 4 mergulhos. Como você já fez um no curso avançado, você só precisará realizar outros 3 mergulhos para obter a certificação.

Neste cenário, você consegue completar o curso em um dia, porque podemos realizar somente 3 mergulhos de treinamentos por dia.

Sendo um curso completo e sem o uso do crédito, você precisaria no mínimo 2 dias de mergulhos.

No caso de curso de especialidade, ocorrem as aulas teóricas e você sai um especialista no assunto. Por isso é importante registrar todos os mergulhos em um Log Book quando realizar um mergulho de aventura com um instrutor, não esquecendo é claro, da assinatura dele, pois isso poderá fazer diferença no futuro.

Como escolher um bom curso avançado ?

Para escolher um bom curso é preciso verificar quem é o responsável.

Escolher uma escola (Dive Center) com nome no mercado, não quer dizer que será um bom curso. Tudo vai depender quem será o instrutor. Vejo muitos instrutores ministrando cursos de Sidemount e que não possuem experiência com mergulhos usando esse tipo de configuração.

Então, como ele pode ser um especialista ?

Se um instrutor deseja ministrar um curso de fotografia subaquática e nem câmera possui, como ele terá um conhecimento aprofundado se ele não fotografa, não pratica e muito menos, possui um equipamento de foto para que possa repassar sua experiência e conhecimento aos alunos ?

Na minha opinião, para ensinar uma especialidade, o instrutor precisa ser bom no assunto.

Pesquise, pergunte e peça referências, caso contrário, sua experiência poderá ser negativa e você não irá curtir os mergulhos.

Por:

Vagner Marretti

Nascido em São Paulo, ingressou no mergulho em 1997. Hoje é instrutor de mergulho recreativo, Full Cave e Full Trimix de varias agências de mergulho.

Mergulhador de Sidemount deste 2009, foi um dois primeiros instrutores desta especialidade no Brasil, integrante da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS no ano de 2008, sendo atualmente proprietário da empresa de manutenção Scuba Repair e Autorizada da Dive Rite no Brasil.

Também atua como instrutor dos cursos CMAut do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo e na Defesa Civil de São Sebastião.