Fernando de Noronha – Informações Gerais

Foto: Bruno Tae

O arquipélago foi descoberto em 1503 e até hoje é muito frequentada pelos turistas e mergulhadores de todo o mundo. Devido ao controle do IBAMA, a ilha têm-se mantido bem preservada, sem a depredação normal causada pelo homem como ocorre em locais sem controle.

Por estar distante da costa brasileira, o arquipélago possui uma infraestrutura mais simples. A ilha é cortada pela menor rodovia federal do país, com apenas 7km. Na ilha principal que se chama Ilha de Noronha, é possível alugar um bugre ou uma moto, para visitar todas as praias selvagens e paradisíacas.

O mar em Noronha é dividido em dois lados:

  • Mar de Dentro: Abrigado dos ventos e mais calmo. Costuma ser muito tranquilo de abril a novembro, e tende a ter ondas de dezembro à março, turvando um pouco a água.
  • Mar de Fora: Exposto aos ventos e é também mais agitado. Com suas águas sempre cristalinas, fica mais calmo de novembro à julho. As chuvas concentram-se no período de abril a julho, mas raramente se mantêm por muitos dias seguidos. Como não há rios, as chuvas não turvam a água, não influenciando as condições do mergulho.

O que fazer na ilha

Há vários programas à disposição do visitante, mais é importante lembrar que de uma maneira geral, a infraestrutura voltada para o turismo ainda é carente.

O turismo ecológico é a vocação natural da ilha. As belezas intocadas, inesquecíveis e incomparáveis, contribuem para atenuar eventuais desconfortos, fazendo com que o espírito de aventura se espalhe no ar.

Principais pontos turísticos

Forte de Nossa Senhora dos Remédios (1737)

Principal fortaleza da ilha serviu para recolher prisioneiros e abrigar soldados entre 1737 e 1740. Um ótimo local para apreciar o pôr-do-sol.

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios (1722)

A principal igreja de Noronha passou pela última restauração em 1998, porém, manteve as portas originais, janelas, altar e bancos.

Palácio São Miguel

Funciona atualmente como sede administrativa, na parte interna há um vitral com São Miguel (obra de Aurora Lima, 1947) e também uma sacada com vista para o Forte dos Remédios e o Centro Turístico do Cachorro.

Passeios de Barco

Várias embarcações com capacidade média de 20 passageiros realizam passeios diários com saída às 14:00  do Porto de Santo Antônio, seguindo para as ilhas secundárias até a Ponta da Sapata, passando pela Baía dos Golfinhos com parada na Baía do Sancho para banhos e mergulhos. Algumas embarcações incluem uma peixada a bordo. O retorno se dá normalmente às 17:30h.

Passeios de Bugre

Embora algumas praias possam facilmente ser alcançadas a pé, é bem provável que haja necessidade de alugar um bugre para os deslocamentos pela ilha. Existem várias locadoras que alugam bugres para você mesmo dirigir. Para deslocamentos curtos, pode-se utilizar táxis que saem mais baratos mais demoram um pouco a passar.

Caminhadas

Muitos locais do Arquipélago deixam de ser conhecidos devido a seu difícil acesso. Praias exóticas, cavernas, morros etc, são excelentes opções para caminhadas. Os melhores locais estão dentro da área do Parque Marinho de modo que a companhia de um fiscal é obrigatória e necessária. Recentemente foram inauguradas várias trilhas temáticas em projeto do Governo de Pernambuco em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente, além das novas trilhas na área do Parque Nacional Marinho – PARNAMAR.

Palestras do IBAMA

Diariamente, um grupo de técnicos, biólogos e especialistas do Projeto TAMAR, mediam uma palestra na central do IBAMA, dando mais informações sobre a ilha e os seres que nela habitam.

Mergulho

É a maior atração da ilha, disponível a qualquer pessoa e em todos os níveis de treinamento ou para aqueles que nunca mergulharam e gostariam de ter um primeiro contato com o mar.

Informações

No centro de visitantes e que também é a sede do IBAMA, o turista poderá obter mais informações sobre os pontos turísticos na ilha. O centro fica na Vila do Boldró.

Além disso, a população da ilha é sempre muito educada e sempre à disposição para ajudá-lo com algum tipo de informação ou problema.

Mergulhos

O mergulho é a maior atração de Fernando de Noronha. As águas são tão transparentes que a visibilidade no fundo do mar pode ultrapassar os 40 metros. Excelente para contemplar um sistema natural com aproximadamente 230 espécimes de peixes, quinze variedades de corais e cinco tipos de tubarões.

Podem ser praticados em Fernando de Noronha: o mergulho autônomo, técnico e o mergulho livre (apneia) e até mesmo o batismo (Discovery Dive), onde o visitante poderá fazer um mergulho guiado por um instrutor certificado, e aproveitar as belezas do mar de Noronha, além de conhecer o mergulho como esporte. Quanto à pesca submarina, esta, é completamente proibida.

Redação

Se você possui mais informações sobre o assunto acima, entre em contato com a nossa equipe e ajude a tornar este site ainda mais completo. Isso ajudará os mergulhadores e todos aqueles que estiverem buscando por mais informações.