Lanterna de Cânister e nova forma de configuração

Foto: Vagner Marretti

Normalmente os mergulhadores que utilizam lanternas de cânister, sabem das dificuldades para fixá-la junto ao corpo durante o mergulho.

Após alguns mergulhos realizados no México, o instrutor de mergulho Vagner Marretti da Scuba Repair, conheceu uma nova forma de configurar a lanterna de cânister, que facilita bastante a utilização dela pelo mergulhador, permitindo uma rápida remoção e recolocação durante o mergulho.

Ainda segundo o Vagner, os mergulhos realizados nos cenotes mexicanos comprovaram que a nova configuração utilizando o elástico no cânister, se demonstrou muito segura e prática para ser usada nos mergulhos.

Alterando a configuração

Para utilizar a nova configuração você precisa de apenas dois itens… um elástico bem resistente e uma abraçadeira de inox, com diâmetro do cânister da lanterna.

A abraçadeira de inox é colocada na parte superior do cânister e bem rente ao sistema de trava da tampa superior.

Já o elástico, é passado entre abraçadeira e inox e o cânister da lanterna.

Quando o mergulhador quiser fixar o cânister na cintura, basta passar o elástico entre o corpo e a cinta, colocando a alça ao redor da parte inferior do cânister, como nas fotos mais abaixo.

Essa configuração elimina a necessidade de abrir a fivela entre pernas, eliminando um risco e perda de tempo no mergulho.

Foto: Vagner Marretti
Foto: Vagner Marretti
Clecio Mayrink

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em 1987 pela CMAS e realizou Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix (Mergulho Profundo) e de cavernas (Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount).

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou como consultor para a ONU, UNESCO, Segurança Pública, além de diversos órgãos públicos no Brasil.