Calhaus e Laje de Santos com visibilidade extrema – Parte 1

Foto: Clécio Mayrink

Já estamos em 2018, mas desde o último mês de dezembro, a Laje de Santos e boa parte do sudeste, está sob influência da chamada Maré Roxa, fenômeno que normalmente ocorre no verão, onde as águas da Corrente do Brasil se aproximam da costa do país, trazendo águas mais claras e com temperaturas elevadas.

Assim que esse fenômeno iniciou, fui convidado pelo Cláudio da operadora Orion Diver de São Vicente e que opera na Laje de Santos e Calhaus para fazer algumas fotos. Arrumei os equipamentos e no sábado seguinte fui com eles conferir as condições do mergulho.

Aos chegarmos no parque, o azul da água já impressionava todos e em razão das excelentes condições de mar, decidimos ir direto aos Calhaus, um amontoado de rochas com uma característica particular… um túnel por onde os mergulhadores podem atravessar os rochedos.

É um percurso belíssimo, onde a penetração dos raios solares cria um show a parte.

A visibilidade estava tão grande (aliás, ela continua !), que nessa ocasião foi possível ver os mergulhadores no salão principal e os demais entrando pela passagem que dá acesso ao túnel.

No final, haviam muitos mergulhadores na água e parecia literalmente uma “Disneylândia”, porque todos pareciam crianças com tanta beleza natural.

Todos os mergulhadores foram até o outro lado do túnel, e uma parte retornou para as embarcações dando a volta pelos rochedos dos Calhaus.

Aqueles que retornaram pelo próprio túnel e passaram por dentro dos grandes rochedos portando lanternas, conseguiram apreciar a grande quantidade de vida marinha ao redor das rochas, que dão um colorido espetacular. Foi um mergulho inesquecível e que rendeu belas fotos.

Tartarugas, arraias, peixes, lagostas e um azul incrível do mar, permitindo uma visão ampla do local e deixando todos encantados com o mergulho.

No final, regressamos para as embarcações e nos dirigimos para a Laje de Santos, onde tivemos outro mergulho espetacular, mas contarei em um próximo artigo com as imagens de lá.

Agradecimentos

Um bom mergulho com toda a segurança e excelente atendimento fazem toda a diferença, e a operadora Orion Diver sempre nos atendeu com tudo isso e um serviço excepcional. Ficam os agradecimentos pelo serviço prestado e todo o suporte da equipe de apoio.

Clecio Mayrink
Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983, no autônomo em 1986 pela CMAS e Dive Master em 1990 pela PADI. Hoje é mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount pela IANTD. Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS em 2008, idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP), atuando em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior. Também atuou como consultor para a ONU, UNESCO, além de diversos órgãos públicos no Brasil.