Mergulhador fica sem gás e vídeo demonstra uma sequência de erros

Foi publicando recentemente um vídeo  em que mostra três mergulhadores tendo sérios problemas no rio St. Lawrence, localizado na divisa entre o Canadá e os Estados Unidos.

Considerações sobre o vídeo

Durante o mergulho, um dos mergulhadores nota um vazamento em seu manômetro de console, e logo em seguida, outro mergulhador também percebe o problema e corre para ceder gás ao mergulhador com problemas, e a partir daí, inicia-se uma seção de stress e desespero. Durante a exibição do vídeo, é possível perceber que por algum tempo ainda havia gás no cilindro do mergulhador que estava passando apuros, e em tese, não seria necessário o socorro imediato quanto ao fornecimento de gás. Outro mergulhador com gás já estava ali e não precisaria realizar as ações de forma tão desesperada e fora de controle, como aconteceu.

Um erro básico cometido foi a falta do contato direto entre os dois mergulhadores. Eles passaram a subir pelo cabo diante de uma forte correnteza do rio, e por estarem “desconectados” um do outro”, havia chance de repentinamente se distanciarem um do outro. O ideal seria um deles segurar no colete do outro, mantendo uma curta distância entre eles, para tentar garantir que o regulador não saísse da boca do mergulhador com problemas.

Durante a exibição do vídeo, vemos um terceiro mergulhador se aproximar para ajudar, e acaba se “embolando” com os outros dois.

No final, nada grave acabou acontecendo. Eles conseguiram alcançar a superfície após várias “confusões” diante do desespero, mas é um bom exemplo de vídeo para ser debatido entre os mergulhadores.

Aspectos importantes

Octopus é primordial – Em todo mergulho é primordial que os mergulhadores tenham um regulador octopus em seu conjunto. É o tipo de equipamento que compramos esperando nunca usá-lo, mas quando necessário, ele pode fazer total diferença na segurança dos mergulhadores.

Controle emocional – Esse aspecto é básico para todo mergulhador. Em todas as situações, é preciso ter calma. Ela é a base de tudo. O desespero só atrapalha ainda mais a situação.

Falta de monitoramento – Sabemos que um vazamento na mangueira de um manômetro causa a queda brusca da pressão do gás de um cilindro de mergulho, mas pela quantidade de bolhas mostradas no vídeo, dá a impressão de que o vazamento já estava ocorrendo já há algum tempo sem que o mergulhador percebesse, pelo fato dele não monitorar seu gás durante o mergulho.

Falta de planejamento – Sem dúvida é um dos erros mais cometidos pelos mergulhadores. As pessoas chegam ao ponto de mergulho e já querem descer sem planejar nada. No caso abaixo, um mergulho em um rio com água gelada e forte correnteza, o mínimo que se espera é que os mergulhadores tenham um conjunto de equipamentos em bom estado de conservação e um planejamento do que será feito em caso de uma situação emergencial, mas infelizmente muitos tratam o mergulho como uma brincadeira, e até é, se for realizado dentro das regras.

Fixação dos equipamentos – A fixação do manômetro / conselho junto ao colete de mergulho é essencial para que o mergulhador possa rapidamente verificar a quantidade de gás em seu manômetro ou olhar as informações em um profundímetro / computador em um console. Além de facilitar essa rápida visualização, isso irá diminuir as chances de um enrosco do equipamento em algum objeto. No vídeo abaixo não fica claro onde foi o vazamento, se foi em alguma parte da mangueira do manômetro ou no próprio manômetro, pelo fato dele estar em um console, mas não podemos descartar a possibilidade de que este vazamento possa ter iniciado com algum enrosco desse console em alguma pedra no local e que possa ter causado um dano na junção da mangueira com o manômetro, ocasionando o forte vazamento.

Treinamento – Treinar e está em dia com as habilidades é essencial para ser um bom mergulhador. É preciso treinar e estar atento ao que deve ser feito diante de uma situação emergencial. Correr pra resolver um problema, muitas vezes atrapalha mais do que ajuda, como foi o exemplo abaixo, e para não correr de forma descontrolada e de forma incapaz, é preciso estar treinado para agir de forma correta numa situação como essas.

Vídeo do incidente

Scuba Diving emergency, out of air in a fast current! St. Lawrence River

Scuba Diving emergency, out of air in a fast current! St. Lawrence River

Posted by Scuba Diving Fanatics on Sunday, March 24, 2019

Por:

Clecio Mayrink
Editor - Brasil Mergulho

Nascido no Rio de Janeiro, ingressou no mergulho em apneia em 1983, no autônomo em 1986 e Dive Master em 1990. Hoje é mergulhador Técnico Trimix, Technical Cave Diver e Advanced Cave Side Mount / No Mount.

Foi membro da expedição de mapeamento da Lagoa Misteriosa em Bonito-MS, em 2008, é o idealizador do site Brasil Mergulho em 1998 (MTB 0081769/SP) e atuou em diversas matérias e documentários no Brasil e no exterior. Também prestou consultoria para a ONU, UNESCO e diversos órgãos públicos no Brasil.